segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Dia 1º de novembro tem Mostra de Teatro dos alunos do Espaço da Arte do Colégio Marista Graças, de Viamão




Na próxima terça-feira, dia 1º de novembro, os alunos da unidade do Espaço da Arte de Viamão, junto ao Colégio Marista Graças, sobem ao palco do Centro Cultural da instituição para a sua Mostra de Teatro. O evento vai contar com três espetáculos: “A Chave de Tudo”, do grupo Atchim, “Como se joga esse jogo”, do Sem Querer, e “O amor não é lindo”, do 100 sentidos, convidado da noite, vindo de Novo Hamburgo. Os ingressos tem o valor de R$ 15,00 e podem ser adquiridos na hora ou com os alunos de Viamão.
Esta será a primeira Mostra dessa unidade, já que o Espaço da Arte firmou uma parceria com o Colégio Marista Graças em abril de 2016. As aulas são coordenadas por Fernando Tepasse, diretor executivo do Espaço da Arte, com apoio da monitora Lili Deon. Elas acontecem sempre às terças-feiras, na sala dos espelhos, no ginásio de esportes da escola, e são destinadas a estudantes da instituição.
A peça “A Chave de Tudo”, do grupo Atchim, começa quando duas irmãs têm a missão de colocar definitivamente fora as bonecas que estão guardadas no sótão. Essa simples ação, no entanto desencadeia uma incrível e mágica aventura. As meninas são feitas reféns pelas bonecas, que ganham vida e exigem como resgate a realização de todos os seus desejos.  Será que a magia da criança que habita o coração de todos prevalecerá e ajudará as irmãs? Encante-se com essa linda história de respeito, amor e esperança.
 “Como se joga esse jogo?”, do grupo Sem Querer, aborda o período da pré-adolescência e o emocionante momento do primeiro beijo. Quando uma turma de amigos decide fazer a festa do beijo para comemorar a véspera de feriado, surge um empecilho: há um “Boca Virgem” no meio deles. Como as meninas se recusam a beijá-lo, a festa fica comprometida, porém com a ajuda de suas irmãs mais novas eles encontram uma solução para este problema. “Como é que se joga esse jogo?”, escrita por Fernando Tepasse, é uma comédia contagiante, leve e surpreendente, que fará o público reviver momentos memoráveis de sua adolescência.
O grupo 100 Sentidos apresenta a peça “O amor não é lindo”. Inspirada no filme de animação "A noiva cadáver", tem como personagem central Regisnelson, um jovem desprovido de beleza que sonha em arranjar uma namorada. Sua trajetória muda quando encontra a "Noiva", uma alma penada que precisa subir ao altar para ir para o céu, mas como fazer uma morta se casar com um ser vivo? A peça brinca com a relação entre a vida e a morte, além de falar sobre relações familiares e bullying. Essa obra já recebeu 17 prêmios em Festivais de Teatro em 2015 e 2016 e é encenada por 20 jovens alunos, ex-alunos do Colégio Marista Pio XII e convidados. A direção também é de Fernando Tepasse.


Nenhum comentário:

Postar um comentário