segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Espaço da Arte promove 11ª Mostra de Teatro com os alunos de Farroupilha dia 24 de novembro


O Espaço da Arte vai promover na próxima quinta-feira, dia 24 de novembro, a 11ª Mostra de Teatro dos seus alunos de Farroupilha.  O evento será realizado no Clube Santa Rita, a partir das 20h e a entrada é gratuita. A programação vai contar com as peças "O que é ser criança", "Meninos e Meninas", "Indecisão" e "Simplesmente assim". 
O Espaço da Arte atua desde 2006 na cidade, através de uma parceria com o Rotary Club Farroupilha, Comdica e Tramontina. O professor responsável é Fernando Tepasse, com apoio da monitora Caroline Costa. Irão subir ao palco mais de 100 crianças e jovens do projeto, desenvolvido nos bairros 1º de maio, Cinquentenário e Monte Pasqual.

Peças teatrais

O grupo As Cartas do Baralho abre o evento com a peça “O que é ser criança”, que vai narrar a trajetória de uma guria que acorda num lugar desconhecido e repleto de meninos e meninas. Com auxilio da Dra. Sky, ela irá descobrir o verdadeiro significado de ser criança. Escrita por Fernando Tepasse, a esquete inspirou o grupo a redescobrir o poder da imaginação, mostrando de forma simples e divertida os direitos de todas as crianças.
A eterna disputa de gênero vem à tona num julgamento inesperado. “Meninos e meninas“ buscam a condenação do sexo oposto, por entenderem ser impossível uma convivência pacífica. Nesta obra, escrita por Marcos Cardoso, o grupo Eles & Elas mostra vários momentos em que os guris são vítimas e as gurias opressoras e vice versa. O julgamento está seguindo seu curso normal, até que a juíza percebe uma grande trapalhada de seu assessor e isso provoca um inesperado veredicto.
Em “Indecisão”, um grupo de alunos tem a missão de criar uma peça de teatro sobre as disciplinas e conteúdos de aula. Sem saber o que fazer, decidem falar sobre uma teoria maluca que diz que “tudo o que acontece no mundo é fruto da indecisão”. A partir de vários questionamentos, inicia-se uma grande disputa para provar sua veracidade, usando como base fatos históricos, científicos, brincadeiras e invenções. Através da linguagem do “meta-teatro” (teatro dentro do teatro), o grupo Krikri leva a público uma esquete leve e movimentada.

Na peça “Simplesmente assim” o Grupo Três-G desafiou-se a falar sobre o teatro que movimenta suas vidas, que lhes dá esperança, amigos, carinho, oportunidades e arte. Com esta obra, querem mostrar que o fazer teatral é muito mais do que se imagina, que o preconceito e a falta de interesse de pais, amigos e comunidade faz com que inúmeros jovens deixem de ter experiências únicas e transformadoras. "Simplesmente assim" é um pedido para aqueles que têm o poder de influenciar a participação de crianças e adolescentes e um gesto de profundo agradecimento a todos que de uma forma ou de outra contribuíram para que mais 10 mil alunos pudessem experimentar essa arte que transforma dentro do Espaço da Arte. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário