quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Mostra de Teatro e Dança do Espaço da Arte de Tupandi será dia 17 de novembro


Na próxima quinta-feira, dia 17 de novembro, o Espaço da Arte vai promover a 8ª Mostra de Teatro e Dança dos alunos de Tupandi. O Centro de Eventos da cidade vai receber quatro peças teatrais e três coreografias de dança, a partir das 19h30min. Os ingressos custam R$ 10,00 antecipados, com os alunos, e R$ 15,00 na hora.
A Prefeitura Municipal, através das Secretarias de Cultura, Turismo e Desporto e da Educação, é parceira do Espaço da Arte na realização das oficinas, cuja coordenação é das professoras Bianca Flôres, de teatro, e Maiara Baumgarten, de dança.

Programação para toda família

Estarão em cena mais de 70 crianças e adolescentes, integrantes dos grupos de teatro e dança, que têm aulas no contraturno escolar. O grupo Periquitos da Arte vai apresentar a peça “O Reino Amarelo”. O local é governado pelo Rei Amarildo, que sempre ordenou que tudo fosse amarelo. Essa situação deixava a princesa cheia de desgosto. Eis que num dia amarelo, chega ao castelo uma pintora cheia de cores.
A Verdadeira história dos Três Porquinhos, do grupo Os Frufrucos, vai mostrar um novo olhar sobre esta narrativa, a partir do ponto de vista do Lobo Mau. O programa Diário de Notícias Florestal vai transmitir ao vivo o julgamento do lobo por ter comido e apavorado os porquinhos. Naquele tribunal, o acusado resolve contar como tudo realmente aconteceu. A partir disso, o público poderá escolher qual é a verdadeira versão desta história.
O grupo 1 de Kda vez irá apresentar “A primeira vez a gente nunca esquece”. A narrativa será sobre o período pelo qual os alunos estão passando: a adolescência, fase das tão sonhadas e também temidas primeiras vezes. O primeiro beijo, amor, mico, desilusão: conflitos, descobertas, medos e angústias serão alguns dos sentimentos mostrados em cena.
Todos nós estamos conectados a uma corda imaginária, que pode envolver e criar laços, que aproximam ou aprisionam. Através dessa premissa, o grupo Inovação vai encenar a peça “Cordas”. O que você tem feito com sua parte da corda? O que você tem dito às pessoas a sua volta? Como você age com os outros?
Os grupos de dança prometem animar a plateia com suas coreografias, cheias de performances e interpretações. As baterias estão recarregadas e o grupo Pop Star estará com toda a energia. Em “Eletrorobôs”, o público será contagiado por uma explosão de movimentos, conectados por um ritmo que irá embalar até que a música acabe e as baterias terminem.
 Entre saltos, giros, rolinhos e, principalmente muita alegria, o grupo Style Dance apresenta a coreografia “Nove vidas e um impulso”. Todos os integrantes convidam o público deixar o corpo livre para dançar, nem que seja somente para balançar o pé. Às vezes precisamos apenas de um impulso.
Em “Encontros e desencontros”, o grupo Street Dance inspirou-se no amor para criar uma coreografia cheia de signos. O aluno Andrius escreveu sobre esse sentimento “Amor são olhares que se cruzam e se conectam. Pessoas sem graça, rindo à toa. Olhar pra ela e sentir-se no paraíso. Adormecer pensando nela, acordar com ela. Costurá-la ao meu corpo para nunca mais ficar longe. Mas não, NÃO! Eu não sou do seu “tipo”.Sofrer com um amor que você pensava que existia, mas era só ilusão...”


Nenhum comentário:

Postar um comentário